Grupo União dos Autores - Entrevista Coletiva



Olá amores!

Trago a divulgação de julho do Grupo União dos Autores. Nesse mês vamos conferir uma entrevista coletiva com os autores do grupo. Foram feitas as seguintes perguntas:

1 - Que conselhos você daria para quem está iniciando a carreira de escritor?
2 - Qual gênero/ estilo você escreve?

Confiram abaixo as respostas:



Giselle Trindade (autora de Morgana e Charles)

1- Bom, primeiro de tudo, tenha persistência e muita vontade de trabalhar. Leia e estude bastante, revise seu texto e se possível procure sempre a ajuda de profissionais.

2 - Romance de Fantasia.

Clique aqui para comprar o livro.


William Saints (autor de Essência)

1. Escreva, escreva e escreva. Se esse for seu sonho faça-o se realizar, e nunca, nunca desista mesmo que aconteça ou o que digam algo em relação a esse dom que não é valorizado no Brasil.

2. Sou uma pessoa muito romântica e isso se retrata no meu gênero literário, romance é a minha praia com uma boa dose de sobrenatural 



Dayana Araújo (autora de A Garota do Ônibus)

1. Tenha muito paciência! Nem tudo são flores neste caminho, é preciso pesquisar muito, desde revisores a editoras. A carreira é árdua e irá aparecer mais motivos para desistir do que insistir. Confie no seu trabalho e vá em frente, não se deixe abater pelas pedras que irão aparecer em seu caminho.As coisas acontecem na hora certa e se você trabalhar por isso, sua hora também vai chegar.

2. Escrevo chick-lit, teen, jovem adulto.



MS Dehlia - (autora de Anjo Vendido e Gringos Online)

1- Leia, leia sobre tudo! Do rótulo das embalagens de produtos industrializados aos livros clássicos, sem preconceitos de origem das obras.
2- Minha disposição para escrever é o meu limite, escrevo o que me vem à mente.



 Gisele Souza - (autora de Inspiração)

1 - Escreva e leia muito, estude e nunca desista. Tenha em mente que escrever não é uma obrigação, mas um prazer. Algo que você tem que fazer primeiramente para você. Seja seu maior critico, escreva o que gosta de ler. Persista e lute por aquilo que almeja, sucesso e reconhecimento é o resultado de muito trabalho e dedicação.

2 - Eu escrevo romance contemporâneo e romance erótico.Gosto de escrever com o coração, procuro colocar sentimentos em cada linha e assim fico satisfeita com o meu trabalho

Lançamento: Bienal de SP / Fanpage


Nanci Penna (autora de Sombras da Série Os Guardiões)

1. Perseverança. O caminho é longo, cheio de obstáculos, praticamente sem nenhum retorno financeiro, ás vezes dá vontade de desistir. Mas, é prazeroso e, cada conquista tem um sabor de vitória, saber que alguém gostou da sua história é gratificante, traz uma emoção indescritível. Ser um contador de história não é um estado temporário e um estado infinito. 

2. Gosto muito de fantasias, um livro, para mim é laser, gosto de viajar em suas páginas, de sair desse plano da vida real e partir nesse trem sem destino. Então, é assim que escrevo; meu livro Sombras, por exemplo, é uma Ficção Fantasiosa, um Romance Sobrenatural.



Fabrício de Medeiros (autor de O Sol da Meia-noite)

1- Sobretudo, escreva um livro o qual você gostaria de ler, um livro o qual você tornaria seu favorito, pois não tem nada pior que que escrever algo o qual não se gosta, simplesmente pelo fato de ser o mais comentado, ou até mesmo o mais vendido. 

2 - Romance Fantasia, amo principalmente a fantasia, por ser um gênero sem limites, o qual deixa aberto a imaginação. Na fantasia tudo é possível, realmente tudo.


Robson Gundim (autor de Entre o Céu e o Mar Nos Montes da Inocência)

1. Acredito que o maior combustível para um bom processo criativo é a leitura diária e a prática. Escrever diariamente sobre qualquer coisa ajuda bastante. Aconselho sempre criar uma espécie de diário, pois será através do mesmo que as ideias florescerão com mais frequência. Leia poemas e livros clássicos (Estude bons vocabulários). Quando iniciar um romance, estipule metas e crie um rascunho dos próprios capítulos. Não veleje sob o mar da inspiração (a inspiração é e sempre será uma benção divina, e devemos aproveitá-la, no entanto nem sempre a mesma baterá à nossa porta, e devemos estar preparados para enfrentar qualquer bloqueio). Escreva sem se ater ao que já foi escrito. Se possível, escreva à moda antiga (sei que é difícil, mas pelo menos comigo, o resultado é esplendoroso!)  Não aconselho sair falando sobre seu livro para qualquer pessoa. Se a obra for legítima, mantenha para si, registre e só depois comece a divulgar. Surpreenda! 

2. Como eu leio de tudo um pouco (à exceção de livros de auto-ajuda), gosto de me aventurar através de gêneros diversos. Em meus primeiros romances o "drama", o "suspense" e a "aventura" estão compactuados. Mas adoro escrever diálogos bem humorados e terror.


Hudson Cleyton (autor de O Livro dos Sonhos)

1.- Acima de tudo, paciência e persistência. O Brasil está vomitando escritores iniciantes, o que vai diferenciá-los dos demais e a sua qualidade literária. Um dos maiores erros de quem está iniciando é achar que editoras engolem tudo. O seu texto é seu passaporte para o sucesso, então trabalhe bem , releia, revise, deixe-o enxuto. Procure orientação literária, o mercado literário está cada vez mais exigente.

2- Já escrevi terror e drama em Antologias, mas sou um apaixonado pela Literatura Fantástica.



L. L Alves (autora de Mudanças)

1. Tenha paciência! É sério. Tenha muuuuita paciência. E tenha esperança, Vai parecer difícil, quase impossível às vezes, mas um dia você chega lá. Se você tem certeza que esse é o seu caminho, não desista, nunca! Todo seu suor e sacrifícios valerão a pena no futuro. É como eu costumo dizer: ser escritor não é nem um pouco fácil, não é só sentar e escrever, mas no fim do dia, valerá a pena passar por todas essas situações.

2. Gosto de "brincar" com vários gêneros rs Fantasia e Aventura (Instituição para Jovens Prodígios e alguns contos), Romance Juvenil (Mudanças e Sebo Fernandes), chick-lit e hot (As GRANDES Aventuras de Daniella), e também já me aventurei no suspense (alguns contos).



Carla Montebeler (autora de O Vale de Elah)

1- escreva com o coração e seja fiel a você mesmo, não ao "estilo do momento"!

2- Escrevo crônicas, (no Arca Literaria) estudos teológicos (Os Semeadores de Contendas) e romance (Quem Salvará o Herói?) mas a Série AS CRÔNICAS DE ADULÃO, é uma ficção histórica baseada na vida do Rei Davi.

Márcia Pavanello Pires (autora de Abismo Sangrento)

1-Nunca desista dos seus sonhos e objetivos. Nunca desista no primeiro não que receber. Persistência é o lema de quem está iniciando. A recompensa vem com o recado de cada leitor que gostou de ler seu livro.
2- Escrevo romance sobrenatural e romance. Acima de tudo, sou uma romântica assumida, uma das últimas (rsrs). Tenho uma alma adolescente e quando entro no mundo mágico dos meus livros sinto que sou livre para ir onde bem entender.
   


Mariana Sgambato (autora de Lembre-se de Morrer)

1- O conselho mais valioso que posso dar é estude, estude estude, escreva, escreva e escreva. Escreva sem parar. Tornar-se um autor profissional requer dedicação, é metade criatividade e metade esforço, você precisa se policiar, cumprir metas e planejar bastante, mas também tem que deixar fluir e se expressar.

2- Romances Jovem-Adulto e Fantasia Urbana.


Jéssica Anitelli (autora de Volúpia)

1- sempre escreva, só com a prática é possível aperfeiçoar. Ter alguém para fazer uma leitura crítica também é muito importante.

2- Não gosto de dizer que escrevo um determinado gênero ou tema, eu apenas escrevo. Não gosto de me limitar, simplesmente deixo as ideias surgirem. Mas já escrevi fantasia, erótico, romance e juvenil.


Silvia Fernanda (autora de A Inacreditável Arte de Ser um Capacho)

1. Cabeça fria. É a primeira coisa que qualquer autor iniciante precisa ter. Nada acontece do dia para a noite e perseverança é fundamental. A gente erra aprende e sobrevive no meio para errar um pouco mais. A construção de um público é algo que leva tempo, logo não pense que você vai lançar um livro e ele vai emplacar de cara. Isso acontece com poucos sortudos.

2. Romances e Romances sensuais!


Cristina de Azevedo (autora de Nacqua)

1. Ser escritor vai muito alem do que simplesmente escrever, é amar o que faz, pois o caminho é cheio de pedras, tem muitos desafios, e quando se faz algo por amor é mais fácil de superar as adversidade, então meu primeiro conselho é tenha certeza de que é exatamente isso que quer, se for caso, enfie a cara e vá em frente e não desista nunca. 2.

2. Eu escrevo fantasia, romance, sobre-natural, aventura e ficção.



Tatiana Amaral (autora de Função CEO)

1. Primeiro eu diria para ele não cansar de revisar o material. Eu detesto esta parte, mas é tão importante quanto a venda do livro rsrsrsrsrs É necessário buscar ajuda. Quando eu comecei nem desconfiava da existência de técnicas para escrever, que deixam o livro mais bonito e leve, menos cansativo. Procurei um curso de como escrever um romance e simplesmente amei tudo o que aprendi, além de entender que sem isso o livro não é nada. Meu segundo conselho é: Não tenha pressa. Pesquise, pergunte, procure saber sobre a editora que você teve proposta, pois muitos autores morreram em seu primeiro livro por ter feito a bobagem de entregá-lo a quem não sabe trabalhar. O terceiro é: não desista. Nunca.

2. Eu escrevo romances. Não sei escrever nada diferente disso rsrsrsrs


LM Gomes (autora de Os Amores de Lú)

1- Leia bastante, ler te traz perspectivas diferentes. Seja humilde e aceite conselhos, sejam eles sobre ortografia ou enredo. Nunca pense que sabe de tudo. Constante aprendizado são as palavras de ordem.

2 - Meus livros publicados são do gênero erótico, mas escrevo romances também.



Maribell Azevedo (autora de Amor no Ninho)

1- Vai ser difícil. Muito difícil. Escolha cautelosamente com quem trabalha, editoras sérias e bons profissionais fazem toda diferença. E se você não for completamente apaixonado pela profissão, desista agora. Ela exigirá cada grama da sua fé e trabalho.

2- Romance, drama, sobrenatural.




.

10 comentários

  1. Oie,
    poxa fui excluída agora :(

    rsrsr
    brincadeiras a parte adorei as respostas. As dicas são todas muito bacanas rsrsrsr

    bjo

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ei Vanessa
      a entrevista foi feita pelo próprio grupo, rs, só com os autores membros, rs
      beijos

      Excluir
  2. Oi Bru..
    Tinha visto esta entrevista e adorei a maneira com que foi elaborada.
    Persistência é a palavra para quem tem o sonho de entrar neste mundo da literatura.
    Adorei..

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Lê, é preciso muita persistência e paciência,rs
      beijos

      Excluir
  3. Oi Bru! Não sei se você sabe mas eu sonho em ser escritora, já comecei duas histórias e acabei não finalizando... Então AMOOOOO ler conselhos de quem já está na estrada! Adorei!!

    Beijos

    Mari
    Cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ei Mari!
      eu adoraria ler algo seu, rs. Você escreve super bem no blog, e imagino que deva ser assim nas suas histórias também
      beijos

      Excluir
  4. Adorei as dicas Bru estes autores são uns fofos! Continuar tentando é a chave de tudo!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, persistência é tudo, rs
      beijos

      Excluir
  5. Olá Bruna!!
    Ficou super legal os posts.
    Sim meninas, o caminho é longo, mas, é muito compensador, e vale a pena persistir.
    Um super beijos a todas.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, e volte sempre!
Comente, opine! Cometários são sempre bem vindos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...