[Resenha] Os sombras [IAN#13] - J. R. Ward


Dois irmãos, ligados por algo maior que o laço de sangue, lutam para evitar um destino brutal. Trez "Latimer" não existe de fato. E não só porque essa identidade foi criada para que o Sombra pudesse viver no mundo humano. (…) O único objetivo de iAm sempre foi impedir que o irmão de autodestruísse, e ele sabe que fracassou nisso. Só depois que Selena, uma Escolhida, entra na vida de Trez, é que o macho começa a dar a volta por cima (..) Encurralado entre o desejo de seu coração e um destino que nunca aceitou, Trez deve decidir se põe a si mesmo e aos outros em perigo, ou se esquece para sempre a fêmea amada. (…)
(…) representam partes da Sinopse que eu tirei, por conter informações demais, rs. Leiam completa no Skoob.

Título original: The Shadows
Série: Irmandade da Adaga Negra # 13
Editora/ano: Universo dos Livros/2015
Categoria: fantasia urbana, sobrenatural, adulto
+ 18 anos

Olá pessoal, tudo bem?

Finalmente consegui encerrar as leituras/releituras de todos os livros já lançados da série Irmandade da Adaga Negra, de J.R. Ward. Pelo os lançados no Brasil, porque amanhã lança o 14º volume nos EUA (que obviamente começarei a ler no máximo até o fim dessa semana). Para quem não se lembra, a Irmandade da Adaga Negra é uma série sobrenatural de fantasia urbana para adultos, publicada pela Universo dos livros, e é cheia de ação, romance, sensualidade e pancadaria! \o/. Os sombras é o 13º livro da série, e foi um pouco diferente dos anteriores por trazer um duplo casal de protagonistas, enquanto os livros anteriores trouxeram apenas um, cada.

Vamos lá?

Após 3 livros absolutamente elétricos e cheios de ação e reviravoltas, Os sombras nos traz uma narrativa mais calma, porém mais profunda e bem triste. J.R. Ward não estava em um bom momento quando escreveu esse livro, na verdade ela estava muito triste por questões pessoais, e acabou repassando isso para as páginas de Os sombras, e consequentemente aos leitores. Então, esse é definitivamente um livro para te fazer chorar!

iAm e Trez são irmãos gêmeos e pertencem ao s'Hisbe , uma sub-espécie dos vampiros, também conhecida como Sombras, e que tem alguns poderes bem interessantes, como a habilidade de se dissolver e locomover no formato de sombras, e também a capacidade de andar à luz do sol. O s'Hisbe é uma sociedade matriarcal (o que é interessante, considerando que o quanto a sociedade dos vampiros, sua raça irmã, é patriarcal), e o destino de Trez está intimamente ligado a princesa da raça, por determinações astrológicas e místicas. Porém, esse é um futuro que ele não almeja, e há pouco mais de 20 anos os irmãos deixaram seu povo, e tem vivido entre vampiros e humanos. Mas, agora chegou a hora de Trez retornar a seu povo e cumprir seu destino, o que ele não deseja minimamente.

Além do fato de simplesmente não desejar voltar a viver com os o s'Hisbe, Trez tem outro motivo para ficar onde está, e este é Selena, uma Escolhida (como se fossem sacerdotisas vampiras), por quem ele se apaixonou. Porém, na vida nada são flores, e Selena esconde um grande segredo, que pode impedir os planos e sonhos de Trez de se realizarem.

“Ela era uma serva virtuosa da Virgem Escriba, ele um viciado em sexo em remissão com um tipo de sentença perpétua pendendo sobre a sua cabeça. Mesmo assim, de acordo… aquela era a receita do amor verdadeiro. Isso mesmo. Que bela matemática.”

Como eu disse no início, Os Sombras tem uma dupla de casais protagonistas. O outro é iAm e seu par, que não direi o nome, pois esta demora para entrar na história. E mesmo tendo dois casais, devo dizer que nenhum deles me convenceu muito. Achei o desenvolvimento do relacionamento de Trez e Selena superficial a princípio, para o nível da profundidade dos sentimentos mostrados depois. E quanto a iAm, fiquei decepcionada mesmo, pois ele é um personagem que eu absolutamente adoro, e teve sua história contada muito rápida. A impressão que tive foi de que Ward jogou esse relacionamento às pressas no livro, porque tinha prometido que ele teria a sua história aqui.

Apesar de não ter gostado dos casais, eu amei Os sombras. Por quê? Por causa da tal história triste, que nos rendeu a cena mais triste, emocionante e devastadora da série. Meu Deus, o que foi aquilo?! A impressão que tive foi de que a autora acordou e pensou: é agora que eu acabo com o emocional dos meus leitores. E ela conseguiu!

“Às vezes a linguagem não adiantava. Só o que se pode fazer é gritar.”

A relação entre os irmãos também foi outro ponto alto. Desde a entrada de iAm e Trez na série, ainda no livro 3 ou 4, é possível perceber que eles vivem e morrem um pelo outro. E nesse livro tivemos um vislumbre da infância e juventude dos dois, das suas dores e sofrimentos, e essa ligação fraternal se tornou ainda mais linda a meus olhos. Apesar de, geralmente, o destaque dos livros da série estar nos personagens masculinos, foi Selena que brilhou. Sua alegria diante das adversidades, sua paixão pela vida e carinho pelas pessoas a sua volta, tudo foi muito lindo. A outra protagonista teve um papel mais apagado em boa parte do livro, ganhado destaque apenas no final, quando foi a responsável por importantes verdades serem reveladas.

Em Os sombras foi possível perceber o andamento de algumas das mudanças sociais inseridas no mundo dos vampiros no livro anterior, O rei, e já termos uma ideia do caminho a ser traçado. Também foi aqui que finalmente tivemos uma maior interação entre os vampiros e suas sub-espécies Sombras e Symphatos. Quanto as tramas paralelas, houve acontecimentos importantes, mas não vou entrar em detalhes, para não estragar a surpresa de quem vai ler. Por isso nem farei a parte 2 da resenha, com spoilers, pois esses acontecimentos seriam spoilers até para quem já leu o último livro.

A diagramação está bem feita e acho a capa linda, sendo a original que foi mantida. Vi alguns erros de revisão, que não comprometem a leitura, mas chamaram a atenção, porque não havia nos livros anteriores. A tradução excelente, sem a suavização dos primeiros livros da série.

“Coragem não significa que você não tenha medo.”

Mais uma vez, reafirmo minha recomendação. Quem não leu essa série, leia! É perfeita.



Resenhas da série

14 comentários

  1. Eu amo a série Irmandade da adaga negra.
    Inclusive estou lendo esse livro no momento, ainda estou em algumas páginas depois da 100, mais estou super ansiosa para saber o que acontece, fiquei muito triste pelo fato de que a autora resolveu usar seu livro como terapia em um momento ruim, porém fuquei muito feliz também, por que esse depois de amante desperto estar sendo o melhor livro da série para mim, o mais emocionante, já derramei muitas lágrimas e não estou nem na metade do livro.
    Lógico que meu preferido ainda é amante desperto, mas esse ganhou um lugarzinho no meu como nenhum outro.
    Eu amei a resenha, ficou maravilhosa, estava com medo de ter spoiler mais graças a Deus não tem.
    Boa Tarde.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nunca vi uma série com tantos livros rsrs
    Vou colocar na listinha, gosto de séries longas, assim fico mais conectada com os personagens
    O fato de ser sobre vampiros me fez gostar mais ainda, quero bastante ler essa série

    ResponderExcluir
  3. Não sou acostumado a ler romances com essa pegada hot, mas mesmo assim sou bem curioso para ler essa saga. Muita gente fala bem, e sua resenha me deixou ainda mais interessado :D Abraços ^^

    ResponderExcluir
  4. Mana esse série é aquele que quando eu menos espero já ta lançando outro livro e eu já nem sei pra onde foi a história kkk, tenho uma amiga que simplesmente é louca por essa série e vive falando que é pra eu começar a ler essa série só tem um porem, é ,muitooo livro só nessa lista já tem doze e já vai lançar o 14º nos estados unidos kkk Mas eu tenho que admitir que mesmo tendo muitos livros eu vou dar uma chance a essa série, olha so não gostei muito do fato de ser um livro com um clima meio triste, sou contra livros assim kkk mas eu vou me esforça pra ler toda essa série o que incluí esse livro. ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro foi mais calmo mesmo, mas adorei finalmente ter mais dos Sombras! Eles foram aqueles personagens misteriosos que tiveram pouca coisa nos livros e fazia a gente querer saber mais. Gostei dela fazer um livro deles e teve cenas bem emocionantes mesmo. Nossa, foi de partir o coração. Mas muito bom! Os casais...é, mais ou menos. Gostei mais de saber da história deles do que do par romântico de cada...
    Teve algumas surpresas legais e ganchos para os próximos. Fiquei com o pé atrás com os pedacinhos do Rhage....
    E tem dois livros novos dela vindo por aí, abençoada seja a Virgem Escriba! xD

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar da série. Parece ser muito legal!
    Sua resenho me despertou a curiosidade, antes eu não tinha muito interesse. Mas nem tinha parado pra ver do que realmente se tratava. Gostei!

    Beijinhos…
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá! Sempre ouço falarem muito bem da Irmandade da Adaga Negra, mas não me animo a ler porque se trata de vampiros e não sou fã de fantasia.
    Quando você conta que a narrativa desse livro é triste, profunda e emocionante, fiquei interessada, pois adoro um bom drama.
    Que bom que gostou muito desse livro e que recomenda a série. Vou ver se me animo a dar uma chance de leitura.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bruna lindona eu li o primeiro livro da série e amei, e não consegui ler os demais, preciso correr menina já vai lançar o 14º, amei a escrita da autora e fico feliz que esse livro foi uma grata leitura a você. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Essa série é incrível demais e eu demorei muito a ler Os Sombras mas foi tão maravilhoso viver esse livro que nem me importei,só queria ter lido antes. Sofri demais nesse livro, pelos sombras,pelo Rhage e fiquei ainda mais louca pelo próximo livro. Eu amo a forma da JR de nos deixar por dentro da vida de todos os personagens em apenas um livro.

    Que venha The Beast.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  10. Olá Bruna,
    Nossa, estou louca pra ler a série Irmandade da Adaga Negra já faz um bom tempo, estou adiando demais e os livros lançados não param de aumentar hahaha. Mas desse ano não passa, pretendo iniciar a leitura do primeiro volume assim que for possível. Fiquei bem curiosa pra conferir essa história triste, adoro um bom drama, e essa cena triste parece ser bem emocionante e profunda. Bem, o que me resta é colocar os primeiros volumes da série no top da minha modéstia lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu ouço tanto falar dessa série e quase todas as suas resenhas que vejo sobre os livros dela são tão positivas que eu fico com um pontinha de vontade de dar uma chance, mas acontece que não parece ser o tipo de livro que normalmente me agrada, aí eu fico bem dividida e o número enorme de livros não ajuda muito, é um fato.
    Esse livro parece ter lhe conquistado muito em diversos pontos, mas é uma pena que os casais não tenham lhe convencido do amor deles, é meio triste quando se espera algo de tirar o fôlego, mas acontece. A carga dramática parece ter sido de estraçalhar o coração e admito, as vezes adoro livros que tenham esse impacto. Por enquanto não pretendo ler a série, mas quem sabe no futuro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Esse livro é o número 13, sério? hahahh muito livro, gente. Pra mim a capa já bem tosca e nunca me chamaria a atenção, ao contrário. E ainda por cima com amor cliche e bem forçado nao da pra mim não. Ainda que fosse um livro só, mas tantos assim..

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Quero muito ler essa serie, você conseguiu ler todos os livros parabéns, mesma a serie sendo grande quero pegar o primeiro livro para ler, gostei da historia desse é muito bom saber que o livro tão aguardado está sendo lançado !!

    ResponderExcluir
  14. Oi Bru, tudo bom?
    Eu fico impressionada com a capacidade dessa série e como ela tem uma grande profundidade em cada livro. Além disso, ela também consegue abordar vários assuntos ao longo das narrativas. Eu passei a me interessar mais pela série depois de acompanhar suas resenhas.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, e volte sempre!
Comente, opine! Cometários são sempre bem vindos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...